Dois homens conversando com o escrito na frente: Entenda o que é DRE e como montar o da sua indústria!

Entenda O Que É DRE e Como Montar o da Sua Indústria!

A demonstração do resultado do exercício, mais conhecida como DRE, é um documento contábil que apresenta de forma sucinta as operações realizadas pela empresa durante o exercício social estabelecido.

A DRE é a segunda demonstração mais importante, pois evidencia lucros ou prejuízos acumulados durante determinado período. Desta maneira, ele é uma importante ferramenta na tomada de decisões de qualquer organização.

Diante disso, preparamos este artigo para te ajudar a entender como esse documento pode melhorar os resultados da sua indústria, confira.

O Que É DRE?

A Demonstração do Resultado do ExercícioDRE – é um relatório contábil que evidencia se as operações de uma empresa estão gerando lucro ou prejuízo, considerando um determinado período de tempo.

Este relatório é confeccionado junto com o balanço patrimonial, e deve ser assinado por um contador habilitado pelo CRC (Conselho Regional de Contabilidade). 

Pela lei, o relatório é obrigatório para todas as empresas, exceto o MEI, e deve ser feito anualmente (após o encerramento do ano-calendário, que é o período compreendido entre janeiro e dezembro de um mesmo ano).

No entanto, a importância desse documento vai além do cumprimento das exigências contábeis e fiscais. Ter este controle também é essencial para o sucesso do seu negócio.

Por Que Utilizar Um DRE na Sua Indústria?

Por intermédio da DRE, é possível identificar possíveis gargalos de produção, assim como oportunidades para otimizar a aplicação de recursos. 

Utilizando a fórmula para cálculo da Margem de Lucro ou RSV, sua empresa poderá orientar as atividades com base em resultados.

Pode ser que um determinado produto ou serviço esteja apresentando resultados estáveis, se comparados diferentes exercícios. Essa estabilidade, embora pareça positiva, pode representar uma perigosa zona de conforto.

Tal como em um investimento, os resultados nas vendas devem apresentar rentabilidade, ou seja, uma curva evolutiva positiva, sob pena de deterioração dos rendimentos pela inflação e os constantes reajustes nos índices de preços.

Portanto, não é só a redução no faturamento que deve ser interpretada como um resultado ruim.

Para saber se as operações estão de fato mostrando-se rentáveis, não há outra forma de apurar que não seja pela comparação de DREs de períodos em sequência.

Qual a Estrutura de Um DRE?

Para as empresas brasileiras, a demonstração do resultado do exercício é obrigatória, de acordo com a lei n° 11.638/07, publicada em 27 de dezembro de 2007.

Resumidamente, a DRE de uma empresa se estrutura da seguinte maneira:

  • Receita Bruta;
  • (-) Deduções e Abatimentos;
  • (=) Receita Líquida;
  • (-) CPV (Custo de Produtos Vendidos) ou CMV (Custos de Mercadorias Vendidas);
  • (=) Lucro Bruto;
  • (-) Despesas com Vendas;
  • (-) Despesas Administrativas;
  • (-) Despesas Financeiras;
  • (=) Resultado Antes IRPJ CSLL;
  • (-) Provisões IRPJ E CSLL;
  • (=) Resultado Líquido.

Essa é uma estrutura resumida de uma DRE, que será explicada ponto a ponto.

Mas lembre-se de que há outras possibilidades. Quanto mais detalhes sobre a operação, mais próximo do dia a dia.

Quanto mais amplo seu escopo, mais estratégica a visão. Você pode reduzir a 9 ou 10 pontos ou discriminar grupos de despesas no período. 

Qual a estrutura de um DRE?

Receita Bruta;
(-) Deduções e Abatimentos;
(=) Receita Líquida;
(-) CPV (Custo de Produtos Vendidos) ou CMV (Custos de Mercadorias Vendidas);
(=) Lucro Bruto;
(-) Despesas com Vendas;
(-) Despesas Administrativas;
(-) Despesas Financeiras;
(=) Resultado Antes IRPJ CSLL;
(-) Provisões IRPJ E CSLL;
(=) Resultado Líquido.

Essa é uma estrutura resumida de uma DRE.

Receita de Vendas

A Receita Bruta é o registro de tudo o que entra no caixa ou no patrimônio da empresa, seja em forma de dinheiro ou créditos representativos de direitos (documentos que garantem ao proprietário a posse de mercadorias ou bens). 

Nesse caso, o valor registrado contabiliza as vendas de bens, prestação de serviços e recebimento de juros, royalties e dividendos pelo uso de outros ativos por terceiros.

Deduções de Impostos

Deduzir significa diminuir, subtrair ou retirar uma parte do total.

Nesse caso, as deduções após a Receita Bruta são as devoluções de vendas, os descontos oferecidos e os abatimentos de impostos que incidem diretamente sobre a venda, como ICMS e ISS.

Receita Líquida

A Receita Líquida corresponde ao montante exato que a empresa recebe pela venda de seus produtos ou serviços. 

Por isso, para representar o valor real de ganho, a receita líquida é obtida a partir de todo o valor adquirido com as vendas e outros rendimentos (receita  bruta) menos as deduções apresentadas anteriormente.

Custos de Vendas

O Custo de Produtos Vendidos (CPV) representa todos os custos relacionados à fabricação de um produto. 

Ele engloba toda a quantia que uma empresa precisa desembolsar para viabilizar a produção da mercadoria vendida, incluindo os custos com compra de matéria-prima, energia, água, transporte, etc.

No caso dos serviços, é calculado o CSP (Custo de Serviços Prestados), que segue a mesma lógica.

Lucro ou Resultado Bruto

O Lucro Bruto refere-se à diferença entre o que foi faturado (receita líquida) e o que foi gasto na produção da mercadoria (custo de produtos vendidos). 

No caso, ele é bruto porque ainda não teve alguns impostos e despesas descontados.

Despesas Administrativas ou Fixas

As Despesas Administrativas, ou Despesas Fixas, são todos os gastos necessários para garantir o funcionamento da empresa. 

Por isso, são caracterizadas pela periodicidade mensal, independente de ter ou não faturamento. 

Alguns exemplos são as contas de consumo geral, como água, energia e telefone, além da folha de pagamento e aluguel do escritório.

Vale lembrar que os custos de produção já foram contabilizados e não entram nessa parte, pois são considerados despesas variáveis — que variam conforme o volume de produção e vendas.

Despesas com Vendas

As Despesas com Vendas são despesas variáveis relacionadas às vendas, como as comissões de vendedores e demais custos pós-venda.

Despesas Financeiras

A última categoria de despesas diz respeito a gastos financeiros com juros e multas, por exemplo. 

Para empresas que atuam com importação e exportação, as variações cambiais também entram neste tópico.

Resultados Antes do IRPJ e CSLL

Aqui é apresentado o resultado do cálculo antes do desconto do IRPJ e CSLL, que são os principais impostos que impactam o faturamento.

IRPJ e CSLL

IRPJ é a sigla utilizada para denominar o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica, aplicado a todas as empresas e sociedades, registradas ou não. 

Outra taxa que deve ser paga pelas empresas é a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), que recebe as mesmas normas de apuração e pagamento do IRPJ, mantendo a base de cálculo e as alíquotas previstas na legislação.

Ambos incidem sobre o faturamento da empresa e são calculados nesta etapa final.

Resultado Líquido

Por fim, temos o Resultado Líquido, obtido a partir da subtração dos impostos e taxas pagas do lucro bruto. 

Esse valor corresponde ao resultado geral de uma empresa, considerando os ganhos e descontos em determinado período. 

Se for negativo, significa que o período resultou em prejuízo, e se for positivo, representa o lucro total do negócio no período — e se for zero, quer dizer que o negócio está em ponto de equilíbrio.

Portanto, é o valor que deve ser levado em conta para quitar dívidas, fazer investimentos ou distribuir lucros entre sócios, acionistas e funcionários.

Como a WebMais Pode te Ajudar?

Não se pode esperar que, em empresas com gama extensa de produtos e operações muito diversificadas, as DREs sejam feitas sem ajuda de automação.

Você viu que, antes de uma obrigação contábil e fiscal, o DRE é um documento gerencial. Suas informações são muito importantes e são uma base para orientar decisões estratégicas.

Trata-se de um verdadeiro raio-X de seu negócio, no qual você terá a informação confiável de que precisa para decidir sobre o que fazer diante dos resultados apresentados.

Por isso, conte com o sistema ERP online da WebMais Sistema para ter informações atualizadas em tempo real da sua indústria.Saiba mais sobre relatórios financeiros essenciais para sua empresa!

1 Comentário “Entenda O Que É DRE e Como Montar o da Sua Indústria!

Deixe um comentário

19 − 11 =