economia circular: o que é, princípios e características!

Entenda O Que É Economia Circular, Suas Características e Como Implantar!

A economia circular é uma alternativa para o modelo atual de economia linear. A lógica atual de produção-consumo-descarte está atingindo o seu limite, principalmente por causa da extração predatória de matérias-primas.

Além disso, o modelo linear não se mostrou eficaz no enfrentamento de grandes problemas da sociedade, como a desigualdade, aquecimento global e mudanças climáticas. Mas como a economia circular pode ajudar nesse sentido? 

É sobre isso que vamos falar neste artigo! Continue lendo para entender melhor o que é economia circular, suas características e vantagens.

O Que É Economia Circular?

A economia circular é um conceito que visa mudar a forma de consumo tradicional da sociedade, como foco na reutilização, reciclagem, renovação e regeneração socioambiental. 

A ideia é superar o modelo da economia linear, praticado atualmente, em que os recursos se transformam em produtos, são utilizados pelos consumidores e terminam sendo descartados e despejados no ambiente em forma de poluentes.

Como Funciona a Economia Circular? 

Para que a economia circular funcione, é preciso rever não somente as formas de consumo, mas também os processos produtivos, tecnológicos, educacionais e políticos. 

Todos esses pontos precisam estar integrados, de modo que os resíduos de uma etapa alimentem outras atividades econômicas.

Ou seja, a economia circular é um aperfeiçoamento da economia linear, buscando produzir sem esgotar recursos naturais e causando o menor impacto possível ao meio ambiente.

Qual É o Objetivo da Economia Circular?

O objetivo maior da economia circular é diminuir os impactos causados ao meio ambiente pela produção de bens, seu consumo e descarte. Assim, é possível reduzir os danos ao meio ambiente, além de estimular uma sociedade com menos desigualdade e  pobreza. 

Para isso, deve-se fazer uma gestão mais eficiente dos recursos naturais existentes e manter os produtos existentes em seu mais alto nível de utilidade o tempo todo.

Quais São as Principais Características da Economia Circular?

Lendo até aqui, você já percebeu que a economia circular tem tudo a ver com consumo consciente e sustentabilidade, além de estar relacionada a estratégias de produção e negociação de produtos.

principais características da economia circular

Essas são as suas principais características:

  • minimização dos impactos causados ao meio ambiente pela produção e consumo de bens;
  • maximização da utilidade de produtos;
  • redução de lixo;
  • aumento da eficiência nos processos produtivos;
  • aumento da eficiência na utilização de bens;
  • transformação contínua dos recursos;
  • utilização racional de recursos naturais;
  • reaproveitamento de recursos.

Quais as Vantagens de Uma Economia Circular?

Uma das principais vantagens da economia circular é que ela é uma forma de driblar a escassez de recursos que está prestes a ser enfrentada pelo setor produtivo. 

A exploração irresponsável desses recursos aumenta o risco de que se esgotem — e aqui não estamos falando somente de água e madeira, mas também de elementos como o urânio, manganês, prata, ouro, entre outros.

Além disso, a adoção da economia circular traz para as empresas o grande benefício da redução de custos e da maior geração de valor, consequência da redução de desperdício, reutilização de recursos e maior efetividade dos sistemas de produção.

Somente no setor de alimentos, práticas que reduzem o desperdício podem gerar até 50% de economia.

Outra vantagem da economia circular é o seu potencial para atrair novas fontes de investimento para a indústria brasileira. 

Já existem financiamentos específicos internacionais destinados à transição para a economia circular e a tendência é que esses investimentos sejam cada vez maiores.

Por fim, não podemos deixar de citar a geração de emprego e renda. Por demandar maiores cuidados com reparo, manutenção e atualização, a economia linear exige mais mão de obra em comparação com a economia linear.

Por Que Ter Uma Economia Circular?

A economia circular é uma alternativa mais sustentável à economia atual, baseada em extrações predatórias de recursos e o seu descarte irresponsável. Isso traz consequências graves para o meio ambiente, como a contaminação e a esterilidade dos ecossistemas. 

Por isso, a economia circular é tão importante para o meio ambiente. A preservação e reutilização de recursos é um dos seus principais pilares.

Para as empresas, a economia linear também pode ser interessante, pois, como já falamos aqui, proporciona a redução de custos, aumenta a eficiência dos processos produtivos e ainda agrega valor à imagem da empresa perante o mercado.

Como Seria Possível Mudar a Maneira de Consumo Com a Economia Circular?

A economia circular não vai ser adotada pela sociedade de um dia para o outro. Ela precisa ser construída aos poucos, no dia a dia de cada um, com pequenas ações. Uma delas é a redução do consumo.

Deixar de usar materiais descartáveis e sacolas plásticas é um excelente exemplo de pequena ação que pode fazer muita diferença — e um excelente primeiro passo a ser dado por quem pretende adotar o modelo.

Além de consumir menos, é preciso consumir melhor, comprando com consciência sobre os processos produtivos pelos quais um produto passou.

No entanto, há um limite do que cada pessoa consegue fazer individualmente para mudar a economia. O mais importante é que a sociedade crie uma mudança sistêmica, que envolva tanto as pessoas físicas como as empresas e os governos.

Quais São os Desafios e Oportunidades Para a Indústria Brasileira?

economia circular

A implementação da economia circular é um grande desafio para a indústria, pois um dos seus pilares é a revisão dos processos produtivos, para que eles se tornem mais eficientes e sustentáveis. 

Isso significa que algumas indústrias precisarão mudar praticamente todo o seu modelo de negócio. Por outro lado, essa mudança pode trazer grandes oportunidades para o setor.

Como já falamos aqui, a adoção da economia circular abre as portas para novos investimentos, inclusive internacionais, reduz custos, aumenta a produtividade e a competitividade, além de melhorar a relação com o público.

Como a Indústria Brasileira Atua na Economia Circular?

Hoje, a indústria brasileira já segue algumas normas que se aproximam do ideal da economia circular

Uma delas é a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que organiza a forma como essas empresas lidam com o lixo e exige transparência sobre a forma de gerenciamento de resíduos.

Segundo a Confederação Nacional das Indústrias (CNI), 76% das indústrias no país já desenvolvem alguma iniciativa de economia circular, o que é um grande passo. 

Agora, o objetivo é consolidar e aumentar essas iniciativas, tanto dentro das empresas que já as adotam como no sentido de trazer para a economia circular aquelas que ainda não começaram a fazer mudanças.

Conclusão

Sem dúvidas, a economia circular traz benefícios para os setores produtivos, meio ambiente e sociedade. A sua adoção é uma tendência, mas, para que seja bem-sucedida, deve integrar indústrias, governos, comércio e consumidores.

Para as indústrias, esse novo modelo pode ser muito benéfico, melhorando a produtividade, reduzindo custos e agregando valor à imagem da empresa.

Deixe um comentário

oito − 2 =