lead time: o que é, para que serve e como calcular?

Entenda O Que É Lead Time, Para Que Serve e Como Calcular?

A análise de indicadores é uma das práticas mais importantes na gestão de empresas. É ela que permite entender quais são os pontos fortes e fracos do negócio e traçar planos de melhorias.

Neste artigo, você vai conhecer melhor o lead time, indicador que mede o tempo que uma empresa precisa para produzir entregar um pedido ao seu cliente.

Boa leitura!

O Que É Lead Time?

Lead Time é o tempo usado para rodar todo o ciclo de produção – desde o pedido de um cliente até a entrega do produto. Isso envolve uma série de processos, como a transformação da matéria-prima em produto, compras, logística de produção, administração da empresa, etc.

É importante ressaltar, no entanto, que o lead time do cliente e da empresa podem ser diferentes. 

Enquanto o lead time na visão do cliente é o tempo desde o momento da compra até o recebimento da encomenda. Para a empresa, o lead time é mais detalhado, pois envolve todas as etapas do processo produtivo e de logística – e quanto cada um deles demora.

Na prática, a empresa deve considerar essas duas perspectivas ao analisar o lead time, mas tendo em mente que nem sempre a satisfação do cliente indica um lead time otimizado.

Quais as Vantagens de Medir o Lead Time?

vantagens de medir o lead time

padronização de processos
aumento da produtividade
maior qualidade dos produtos
satisfação do cliente
mais competitividade

Para medir o lead time, o gestor de uma empresa precisa mapear todos os seus processos, depois analisá-los. Ou seja, ainda antes de ser calculado o lead time já está trazendo vantagens para o negócio, já que essa análise de etapas ajuda a identificar erros e pontos de melhoria.

Depois de calculado, o lead time é um grande aliado do planejamento e da gestão da cadeia de suprimentos

O conhecimento sobre ele ajuda a estruturar a compra de materiais, determinar a hora certa para novas aquisições e fornecer prazos de entrega mais exatos para o cliente, o que pode contribuir para que ele tenha uma experiência de compra positiva.

Essas são algumas das vantagens de medir o lead time de produção:

  • padronização de processos: ao trabalhar com o lead time, você consegue otimizar e padronizar processos, o que pode ajudar a empresa a ter mais resultados e menos erros;
  • aumento da produtividade: com processos padronizados e uma logística otimizada, é natural que todo o trabalho se torne mais eficiente;
  • maior qualidade dos produtos: o mapeamento de processos para o cálculo do lead time é a oportunidade perfeita para aplicar melhorias e tornar a produção cada vez melhor;
  • satisfação do cliente: no final, tudo isso impacta a experiência do cliente, que está cada vez mais exigente tanto em relação à qualidade como aos prazos;
  • mais competitividade: a entrega é hoje um dos principais fatores de diferenciação na hora da compra. Segundo o Reclame Aqui, 64% dos consumidores já desistiram de uma compra por causa do valor do frete e quase 19% fizeram o mesmo por causa do prazo de entrega.

Como Calcular o Lead Time do Seu Negócio?

Agora que você já sabe o que é lead time e conhece a sua importância para o negócio, é hora de aprender a calculá-lo. 

Confira o passo a passo!

Liste Todos os Processos e Insumos Usados Para a Produção

Como falamos, o mapeamento de processos é o primeiro passo para o cálculo de lead time. Isso porque, para conhecer o tempo total de produção, é preciso medir individualmente o tempo de cada etapa. 

Esse passo também vai ajudar você a entender quais processos são mais rápidos ou mais lentos no seu fluxo!

Depois, também é importante listar todos os insumos utilizados para a produção. Faça uma lista com tudo o que foi pedido pela empresa para a operação, considerando matéria-prima, insumos operacionais, consertos, manutenções e instalações necessárias para a finalização do produto.

Analise o Tempo de Entrega Para Aquisição de Cada Item

Agora é hora de entender quanto tempo cada um desses itens pedidos pela empresa leva para chegar – e não se esqueça de considerar possíveis imprevistos. 

Se os seus fornecedores só funcionam em dias úteis, considere isso na hora de fazer as contas, para não encontrar um resultado que não corresponda com a realidade!

Identifique o Item Com Maior Prazo de Entrega

Os itens que têm maior prazo de entrega devem ser destacados na sua lista. Se você tiver um inventário para o início da produção, defina o lead time de um dia para que a fabricação dos itens comece.

Defina o Tempo Necessário Para Produção e Entrega de Cada Produto

Para entender qual o tempo necessário, você precisa considerar diversos fatores, como o tempo médio de produção, pausas, feriados e finais de semana e até o estado das máquinas – afinal, se elas precisarem parar para manutenção, o tempo de produção vai aumentar.

Inclua o Prazo Ideal Para o Consumidor Receber o Produto

Além do tempo necessário para que o produto fique pronto, não deixe de considerar o tempo da entrega, ou seja, a quantidade de dias ou horas que o produto leva da sua empresa até o cliente – some o tempo de coleta com o tempo de viagem para chegar ao resultado final.

Exemplo de Cálculo do Lead Time

Para ficar mais fácil entender como calcular o lead time, imagine que uma empresa de cosméticos recebeu um pedido de um lote de loções hidratantes em uma segunda-feira. 

O gestor prontamente começou a calcular a quantidade de matéria-prima necessária para produzir os hidratantes, buscando conciliar seus prazos com os dos fornecedores.

Depois, ele coloca em destaque o item que tem o maior prazo de entrega de todos. Vamos considerar que esse prazo é de 7 dias. 

E como ele precisa ter todos os itens em mãos para começar a produzir, considera que o tempo para o início da produção é de 7 dias. Além disso, ele deve adicionar mais duas horas para o recebimento dos insumos, conferência e inventário.

Para fazer todos os produtos pedidos, a fábrica precisa de mais 3 dias. Depois, o produto passa mais 2 dias a caminho do cliente. 

Portanto para calcular o lead time desse pedido, é preciso somar:

  • 7 dias para a entrega do produto;
  • 2 dias do final de semana que acontece durante o prazo de entrega dos insumos (supondo que a fábrica não opere nesse período);
  • 2 horas de conferência e inventário;
  • 3 dias de produção;
  • 2 dias do fim de semana depois da produção;
  • 2 dias para a entrega.

Ou seja, o lead time do pedido de hidratantes é de 16 dias e 2 horas.

Como Otimizar o Lead Time?

Dicas que vão ajudar a otimizar o lead time

desenvolva fluxos de trabalho
crie padrões produtivos
mantenha um bom relacionamento com fornecedores
invista em tecnologia

Um baixo lead time indica que sua empresa tem processos otimizados e aumenta as chances de satisfação do cliente. 

A seguir, confira algumas dicas que vão ajudar a reduzir esse número:

  • desenvolva fluxos de trabalho: quando todas as etapas são planejadas, podem ser executadas com mais eficiência e praticidade;
  • crie padrões produtivos: isso facilita o trabalho da equipe e diminui a incidência de erros;
  • mantenha um bom relacionamento com fornecedores: assim é possível negociar prazos, preços e formas de pagamento;
  • invista em tecnologia: ela pode ajudar a entender quais são os pontos de melhoria e tornar toda a gestão mais ágil e transparente.

Conclusão

O lead time é uma medida de tempo que ajuda o gestor de uma empresa a conhecer melhor os seus processos, otimizá-los e fornecer prazos com mais segurança para os seus clientes, melhorando a sua experiência.
Quanto menor o lead time, maiores as chances de bons resultados. Mas para que isso aconteça, é fundamental estar sempre aplicando melhorias nos gargalos identificados, manter um bom relacionamento com os fornecedores e contar com o apoio da tecnologia, que pode ser uma grande aliada tanto na análise de processos como no planejamento de ações estratégicas!

Deixe um comentário

16 − 10 =