Manutenção industrial: o que é, como funciona e objetivos?

Manutenção Industrial: O Que É, Como Funciona e Objetivos?

A manutenção industrial é uma das áreas mais importantes quando o assunto é produção. Isso porque é por meio desse serviço que temos a garantia do adequado funcionamento, desde o maquinário até a logística dos ambientes. Mas também diz respeito à execução de um trabalho.

Dentro de uma empresa, várias são as maneiras como pode ser implementado esse trabalho. Que, na verdade, atuam como um mecanismo auxiliar para o bom andamento de um trabalho. Portanto, é muito positivo que o administrador, seja ele o dono ou não, saiba qual o perfil da empresa para poder escolher o modelo mais adequado ao negócio.

Para você entender melhor sobre essa maneira eficaz na gestão do seu negócio, esclarecemos aqui tudo o que precisa saber. Falaremos desde o que se trata quando o assunto é manutenção industrial, até os seus objetivos e funcionamento, por meio de exemplos.

O que é manutenção industrial?

Quando falamos de manutenção industrial estamos nos referindo a um conjunto de ações técnicas, operacionais e administrativas. Esse conjunto serve para promover o bom funcionamento da empresa por meio da atenção àquilo que precisa ser reposto, consertado ou mesmo mantido. Por exemplo, para o bom êxito de um maquinário.

Por causa disso, essa atividade é de fundamental importância no cotidiano de uma fábrica. Já que o zelo necessário e diário melhora muito o desempenho do maquinário. E, uma vez que tudo está funcionando corretamente, o benefício acontece em cadeia. Desde o trabalho com as máquinas até o setor administrativo.

É necessário pensar, ainda, que isso contribui de maneira direta com a vida e a saúde do trabalhador. Pois lhe oferece as condições necessárias para desenvolver seu ofício da melhor maneira possível. Além disso, dentro desse conjunto de ações que acho chamamos manutenção industrial está também a segurança do trabalho. Afinal, a produtividade também é parte da qualidade no trabalho.

Para que serve a Manutenção Industrial?

Já deixamos claro como é importante dentro de uma fábrica ter essa atividade da manutenção industrial. Mas, uma responsabilidade desse tipo não é apenas daqueles que estão nas máquinas. Antes, deve fazer parte da consciência de todos os colaboradores da mesma empresa. Independentemente do setor no qual desempenha alguma função.

Se todas as partes de uma empresa compreender que a preocupação e o zelo por tudo o que é utilizado deve ser comum a todos sem distinção, então o trabalho acontecerá da melhor forma. Mesmo aqueles que não trabalham com os maquinários precisam, de alguma maneira, se sentirem responsáveis também por aquele instrumento de trabalho que precisa funcionar.

A manutenção industrial serve, num primeiro momento, para fazer com que todos se sintam parte do mesmo ambiente de trabalho que dividem. Além disso, para que percebam que tudo o que acontece em algum setor afetará também nos demais.

Quais os objetivos da Manutenção Industrial?

O objetivo principal da manutenção industrial é garantir o bom andamento da empresa. Em outras palavras, promover o zelo por todos os equipamentos e setores. De modo que as condições de trabalho sejam as melhores possíveis.

Os objetivos depois desse, de acordo com cada setor, precisam ser esclarecidos para toda a equipe com muitos detalhes. Não deve haver dúvidas de que todos naquele espaço são responsáveis. Ou seja, precisa estar claro que os colaboradores devem contribuir para o bom andamento da rotina de trabalho. E isso inclui cuidar do espaço e equipamentos.

Quais os tipos de Manutenção Industrial?

Quais os tipos de manutenção industrial?

Manutenção preventiva
Manutenção preditiva
Manutenção corretiva

Dentro de uma empresa, principalmente numa fábrica, várias são as maneiras que se pode criar para promover o cuidado por todos os equipamentos e espaços. No caso dos tipos de manutenção de máquinas industriais, também várias são as opções que existem hoje. Mas, três são os mais populares:

  • Manutenção preventiva: trata-se de um plano de ação na empresa ou fábrica que atue na prevenção. O trabalho aqui se dá por meio de práticas em todos os dias, canto a canto. É um constante vigiar para manter em ordem o funcionamento desejado. Em outras palavras, o objetivo é prevenir, portanto, tentar evitar que os imprevistos possam acontecer.
  • Manutenção Preditiva: este é o tipo mais moderno. Consiste num monitoramento constante dos espaços e equipamentos e, além disso, na coleta desses dados. Assim como acontece na preventiva, a manutenção aqui se mostra também muito vantajosa, principalmente se pensar que deverá conhecer tudo o que acontece ali naquele espaço.
  • Manutenção Corretiva: esse terceiro tipo pode ser ainda dividido em outras duas partes, e se realiza por causa de uma falha. Ou seja, a partir de algo que não deu muito certo, esse tipo de manutenção atua como uma correção, como o próprio nome já diz. E isso é feito para garantir que o equipamento ou espaço volte a ter um bom empenho novamente. O primeiro subgrupo é a manutenção corretiva planejada, que diz respeito àqueles tipos de manutenção industrial para conserto; basicamente a tentativa de se descobrir o problema em algum lugar antes que ele cause um estrago maior. Por isso ela é planejada, e faz parte da gestão de manutenção industrial. No segundo grupo temos a corretiva não planejada; neste caso não há o nível de preocupação com os problemas antes que eles afetem o todo.

Como fazer a manutenção industrial?

Na prática, a manutenção industrial pode se apresentar como um grande desafio. Isso porque significa a criação de uma consciência de que todos são responsáveis pelo todo. O que precisa ficar claro é que não há uma forma única de fazer isso. Ou seja, não existe uma receita que funcione para todos os casos.

Na verdade, é importante conhecer muito bem as condições da empresa. Isto é, traçar o perfil da fábrica. Com isso, também o levantamento das necessidades que surgiram. É a partir destas que se pode melhor pensar nas estratégias mais eficientes para cada setor, por exemplo.

O desejo deve ser justamente, a criação de uma cultura produtiva. E isso quer dizer a atitude de compartilhar com todos os mesmos sentimentos de colaboração. E, consequentemente, o cuidado pelo espaço também é divido com todos.

Como a tecnologia pode ser uma aliada da manutenção industrial?

Quando falamos em tecnologia, estamos pensando naqueles meios digitais que podem facilitar muito o trabalho no dia a dia. Neste caso, dentro de uma fábrica e pensando na manutenção industrial, a tecnologia é uma grande ajuda.

Por exemplo, na criação de planilhas diárias, com o objetivo de comparação, ou mesmo a utilização de lembretes, todos os dias e em horários específicos, estabelecidos para que não se cochile na observação dos problemas. Os registros realizados por meio digital é outra coisa fantástica na utilização desses meios.

Quais as vantagens de investir em Tecnologia na Manutenção Industrial?

Como dissemos, há uma série de coisas positivas no investimento que se faz no uso de tecnologia para a manutenção industrial. Mas, para entender melhor, vejamos algumas vantagens, na prática:

Quais as vantagens de investir em tecnologia na manutenção industrial?

Aumento da produtividade
Redução de custos
Monitoramento
Agilidade nos processos
Inovação
  • Aumento da produtividade

Na gestão da manutenção industrial é claro que o resultado esperado é um aumento da produtividade. O ideal é haver mais facilidades e menos preocupações. Esse clima garante um grande aumento no nível dessa produtividade. Em outras palavras, as facilidades tecnológicas fazem com que se ganhe mais tempo. Consequentemente também o lucro aumenta, já que deixa o trabalho mais leve.

  • Redução de custos

Quando falamos de gastos, qualquer economia já traz um grande alívio para o bolso. O objetivo da manutenção industrial, indiretamente, é justamente esse. Isso porque os equipamentos sempre estão sendo monitorados. Sua vida útil, assim, será maior. Nesse ponto, a tecnologia nos ajuda nesse levantamento e comparação dos dados.

  • Monitoramento

Sem dúvidas, o monitoramento aumenta demais com a ajuda dos meios digitais. Por exemplo, o próprio jeito de registrar por meio de recursos digitais os equipamentos. Já faz com que o gestor tenha um controle de todo o conjunto.

  • Agilidade nos processos

O monitoramento bem feito agiliza tudo na empresa. A possibilidade, por exemplo, de se colocar lembretes todos os dias para determinadas atividades. Essas coisas ajudam para que as pessoas se tornem mais ágeis na sua função. Porque não precisam se preocupar tanto para ficar se lembrando das coisas?

  • Inovação

Quem não se inova, hoje, fica para trás. Por isso, se sua intenção é o alcançar um bom lugar no mercado, a tecnologia é uma ótima ajuda nesse caminho. Vale muito a pena pensar em aproveitar essa oportunidade.

Conclusão

Por último, saiba uma vez mais que a manutenção industrial desempenha um papel muito importante. Seja qual for o tamanho da empresa ou fábrica. Porque em todas elas o zelo e a consciência da responsabilidade compartilhada entre todos faz com que o negócio funcione da melhor maneira possível? E o sucesso é garantido quando tudo na empresa funciona como deve.

Pense sempre: é melhor prevenir do que remediar. Ou seja, vale muito mais a pena investir em manutenção industrial. Mais ainda em formas de prevenir. A dor de cabeça é sempre menor quando se conta os detalhes. Além do que, é bem melhor saber o que pode acontecer do que encontrar algum imprevisto talvez nem seja possível consertar.

Deixe um comentário

um × 1 =