Metodologias Ágeis: O Que É e Quais São as 8 Principais?

Entenda O Que São e Quais as Principais Metodologias Ágeis Que Você Pode Aplicar na Sua Empresa?

A busca por melhores resultados e uma melhora da produtividade é um dos grandes desafios de todas as empresas atualmente. Para isso, contar com o auxílio das metodologias ágeis é fundamental.

Com elas é possível garantir uma entrega coerente em relação aos objetivos definidos e com uma execução bem-feita, o principal desafio de qualquer projeto. 

Ainda, essas metodologias buscam um alinhamento melhor entre a equipe, de forma a transmitir mensagens mais claras, mantendo os esforços em busca do objetivo final.

Ficou interessado e quer saber tudo sobre as metodologias ágeis? Continue a leitura deste artigo!

O Que São Metodologias Ágeis?

Metodologia ágil é uma forma de conduzir projetos que busca dar maior rapidez aos processos e à conclusão de tarefas. Não apenas isso, mas o agile baseia-se em um fluxo de trabalho mais ágil, flexível e sem muitos obstáculos.

Desse modo, essas metodologias buscam otimizar fluxos de trabalho, melhorar a produtividade de projetos e elevar as perspectivas de sucesso do seu negócio. 

Com isso, sua empresa se torna não apenas mais eficiente, mas se mantém competitiva diante de um mercado cada vez mais inovador.

Por Que Usar Metodologias Ágeis?

A implementação de metodologias ágeis na gestão de projetos pode trazer uma série de benefícios para as empresas. Veja as 5 principais:

  1. aumento da produtividade;
  2. melhorias na comunicação;
  3. maior qualidade do produto final;
  4. integração entre os setores e pessoas;
  5. respostas rápidas diante de imprevistos.

Quais os Pilares Que as Metodologias Ágeis se Baseiam?

As metodologias ágeis consistem em 8 diferentes métodos (falaremos mais sobre cada um deles adiante). Sendo que, todos foram desenvolvidos com base em 4 pilares fundamentais, são eles:

  1. comunicação — indivíduos e interações são mais que processos e ferramentas;
  2. praticidade — softwares em funcionamento são mais que documentação abrangente;
  3. alinhamento de expectativas e colaborações — a colaboração com o cliente é mais que a negociação de contratos;
  4. adaptabilidade e flexibilidade — responder a mudanças é mais que seguir um plano.
Pilares fundamentais das metodologias ágeis:

1º Comunicação
2º Praticidade
3º Alinhamento de expectativas e colaborações
4º Adaptabilidade e flexibilidade

Quais as Diferenças Entre Metodologias Ágeis e Tradicionais?

Para que você saiba qual empregar em seus processos, é essencial conhecer as diferenças entre as metodologias ágeis e as tradicionais.

As metodologias de gestão de projetos tradicionais possuem etapas bem definidas, seguindo um modelo sequencial, ou seja, uma etapa deve ser executada após a outra. Sendo assim, uma tarefa não pode ser iniciada enquanto a anterior não for concluída.

O principal receio dentro da metodologia tradicional é que ela não tem muita flexibilidade em relação a mudanças. Qualquer mudança no meio do caminho é vista com grande preocupação pelo gerente de projetos.

Já as metodologias ágeis “quebram” o projeto em partes menores. Ao contrário da metodologia tradicional que você faz apenas uma entrega já com o projeto final, aqui você faz entregas constantemente até entregar todo o projeto.

A preocupação com custo, qualidade e prazos são as mesmas da metodologia tradicional, porém você consegue controlar e gerenciar as mudanças que provavelmente irão aparecer no decorrer do projeto.

O Que É o Manifesto Ágil?

Apesar de muitas das metodologias serem anteriores a isso, em 2001 um grupo composto por 17 pessoas se reuniu para debater sobre essas novas abordagens em gerenciamento de projetos e criou o chamado Manifesto Ágil, que, de certa forma, oficializa a existência das metodologias e estabelece princípios que as caracterizam.

Ele aborda valores que todos os profissionais ali reunidos concordaram em seguir e disseminar. Com isso, ele se tornou uma espécie de guia que orienta as ações, as escolhas de métodos e ferramentas dos times ágeis de projetos, maximizando os resultados.

Embora ele esteja relacionado ao setor tecnológico, os impactos do Manifesto e do desenvolvimento ágil proposto são inegáveis e beneficiam empresas de diversos setores.

Quais as 8 Principais Metodologias Ágeis?

Como falamos, existem métodos que se utilizam de processos ágeis para fortalecerem as suas abordagens, tornando os procedimentos em que são aplicados mais eficientes.

Confira os 8 principais a seguir:

1 – Scrum

Scrum consiste em uma metodologia ágil para planejamento e gerenciamento de projetos (especialmente de software).

Nele, cada projeto é segmentado em ciclos, geralmente mensais, conhecidos como sprints, que consistem em um time box (caixa de tempo) ou um intervalo em que um conjunto de atividades deve ser realizado.

2 – Kanban

Kanban não é apenas um quadro na parede, pelo contrário, ele é um método de gestão focado em fluxos de valor. No Kanban a evolução do processo é constante, devido a visibilidade de problemas que ele traz.

3 – Extreme Programming (XP)

Extreme Programming é uma metodologia que tem como valores principais comunicação, simplicidade, feedback, coragem e respeito. É uma excelente abordagem para equipes pequenas e que tem constantes mudanças de escopo.

4 – Lean

Apesar de ter nascido dentro dos conceitos de Startup, o Lean Manufacturing é um método bastante utilizado no desenvolvimento de produtos. Esse método é fortemente indicado para validação de ideias e hipóteses.

5 – Dynamic Systems Development Methodology (DSDM)

O DSDM é destinado ao desenvolvimento de projetos com orçamento fixo e prazos curtos. Nessa metodologia, é considerado que o cliente não tem como saber quanto custará a solução final.

6 – Feature Driven Development (FDD)

Feature Driven Development é um método ágil que é guiado pelo desenvolvimento de funcionalidades. Basicamente no FDD existem duas fases no desenvolvimento de uma funcionalidade que é a concepção e construção.

7 – Adaptive Software Development (ASD)

O ASD ou Desenvolvimento Adaptativo de Softwares, tem seu foco no desenvolvimento de soluções mais complexas. Com ele, o objetivo é evitar o caos nas entregas, apostando na colaboração humana e na auto-organização.

8 – Scaled Agile Framework (SAF)

Por fim, o SAF é um conjunto de padrões que deve guiar a empresa para a aplicação de metodologias ágeis e lean. Seu objetivo é alinhar as equipes ágeis quanto às suas responsabilidades, os valores a serem trabalhados e o nível de entrega.

Bilhete: Quando usar metodologias ágeis? Sempre que um novo projeto for iniciado.

Quando Usar Metodologias Ágeis?

As metodologias devem ser utilizadas, preferencialmente, sempre que um novo projeto for iniciado.

Se você já tem um projeto em andamento e a sua gestão acabou ficando um pouco confusa em seu decorrer, nunca é tarde para adotar um método ágil e implementá-lo na sua equipe: basta uma visão geral desta necessidade e trabalho em equipe.

Conclusão

Se você ficou interessado nas metodologias ágeis e quer implementar em seu negócio, saiba que o uso de um sistema de gestão online, ou ERP, é fundamental.

Com ele você poderá otimizar seus processos como um todo, além de permitir a digitalização e integração de setores inteiros. Desse modo, todas as informações de um projeto e dos colaboradores envolvidos neles ficam centralizadas em um único banco de dados.

Com isso, os responsáveis conseguem realizar uma gestão por indicadores eficiente, medindo os sucessos e mapeando pontos de melhoria de maneira mais transparente.

Aproveite e converse com um de nossos especialistas e veja como o ERP WebMais pode auxiliar a sua empresa.

Deixe um comentário

dois × um =