OEE: O que é e como calcular a eficiência dos equipamentos

Entenda o Que É OEE e Como Calcular a Eficiência dos Equipamentos da Sua Indústria!

Quem trabalha na indústria sabe que a produtividade e a eficiência são dois pontos muito importantes, tanto para o bom desempenho da empresa como para evitar o desperdício de recursos financeiros e materiais.

Mas, além da eficiência dos processos e das pessoas, é fundamental conhecer a eficiência das máquinas. É aí que entra o OEE, índice muito usado no setor para medir as entregas feitas pelos equipamentos.

Continue lendo para conhecer o conceito de OEE e saber como fazer o seu cálculo!

O Que É OEE?

OEE significa Overall Equipment Effectiveness ou Eficiência Global do Equipamento, na tradução para o português. Ele é um indicador que mostra a eficiência global das máquinas em uma indústria, tomando como base a sua capacidade de produzir novos itens.

O OEE foi desenvolvido pelo Japan Institute of Plant Maintenance e, de acordo com a instituição, ele deve responder a três perguntas:

  • Com que frequência os equipamentos ficam disponíveis para operação?
  • O quão rápido estão produzindo?
  • Quantos produtos foram produzidos e não geraram perdas na produção?

Portanto, podemos dizer que o OEE traz métricas sobre disponibilidade, qualidade e performance dentro de uma indústria.

Para Que Serve o Indicador OEE?

Calcular o OEE ajuda a gestão de uma fábrica a diminuir os desperdícios e melhorar o desempenho das máquinas. Isso torna toda a operação mais eficiente, pois, a partir dos resultados, é possível planejar otimizações nos processos.

O indicador ganhou bastante popularidade com a expansão do lean manufacturing ou manufatura enxuta, e é muito utilizado em indústrias que adotam essa filosofia. 

Uma de suas principais vantagens é que ele apresenta a efetividade dos equipamentos de forma fácil e objetiva.

De forma resumida, o OEE serve para que as empresas monitorem o desempenho de seus equipamentos e identifiquem altas e baixas na produção.

Qual a Importância de Conhecer o OEE?

O OEE é considerado um indicador integrador de áreas, pois permite que a gestão tenha informações sobre toda a fábrica. Por isso, todos devem trabalhar em conjunto para a sua melhoria.

Além disso, o OEE também influencia na tomada de decisão estratégica, já que traz dados valiosos sobre a eficiência da produção na empresa. 

É por meio dele que os gestores conseguem visualizar a real capacidade da indústria em atender a demanda do mercado e traçar planos para tornar os processos cada vez mais eficientes — até mesmo pequenas melhorias podem trazer grandes impactos o resultado da empresa e, por isso,que os investimentos feitos na melhoria do OEE costumam trazer retornos rápidos.

Como Calcular a Eficiência Global dos Equipamentos da Sua Indústria?

Para fazer o cálculo do OEE, é importante entender que ele se desmembra em três indicadores, como já mostramos no início do artigo: disponibilidade, performance e qualidade.

Como calcular OEE

OEE = disponibilidade x performance x qualidade

Fórmula do OEE

A fórmula do OEE considera os três indicadores:

OEE = disponibilidade x performance x qualidade

A seguir, veja como calcular cada um desses indicadores para conseguir aplicá-los na fórmula!

Disponibilidade

A disponibilidade é o indicador que corresponde aos tempos de parada da linha de produção, ou seja, eventos como paradas para manutenção, setup ou até mesmo períodos de falta de matéria-prima.

Para o cálculo, deve-se considerar tanto as paradas programadas, para manutenção preditiva e limpeza, por exemplo, como também as paradas não planejadas, que costumam acontecer por imprevistos.

Se uma máquina precisa ficar parada 4 horas por dia, independentemente da razão, o tempo disponível de produção em um dia será diminuído de 24 para 20 horas.

Para calcular a disponibilidade de um equipamento, você deve usar a seguinte fórmula:

disponibilidade = (tempo produzindo / tempo programado para produzir) x 100

Performance

A performance é o indicador que representa a relação entre velocidade de produção e a velocidade que cada equipamento foi projetado para ter. A redução na velocidade e produção geralmente acontece quando há falhas de operadores, falta de treinamento ou materiais que não atendem às especificações desejadas. 

Se uma máquina leva 20 horas para produzir 1200 peças, mas só produziu 1000, a sua produção naquele dia foi equivalente a somente a 16,6 horas de trabalho. Nesse caso, podemos afirmar que a performance da máquina está abaixo do esperado.

Para calcular a performance de um equipamento, você deve usar a seguinte fórmula:

performance = (quantidade de produção real / quantidade de produção teórica) x 100

Qualidade

Já a qualidade é o indicador que relaciona a quantidade produzida que de fato atende aos padrões de qualidade da empresa. Para calcular o índice, você deve considerar:

  • a quantidade total produzida em determinado período;
  • a quantidade refugada, ou seja, os produtos que estão fora do padrão e serão descartados;
  • quantidade retrabalhada, que são os produtos feitos para suprir as lacunas daqueles que foram descartados.

Para calcular a qualidade, você deve deve usar a seguinte fórmula:

qualidade = (quantidade de itens bons / quantidade total produzida) x 100

Quando Utilizar o OEE?

O OEE deve ser utilizado sempre que for necessário tomar decisões sobre as melhorias na produção líquida. Além disso, sempre que o time de gestão da fábrica tiver dúvidas sobre a eficiência dos processos, o OEE é a melhor forma de encontrar respostas.

Essas são algumas das perguntas que o indicador pode ajudar a responder:

  • Por que uma máquina consome mais matéria-prima do que outra?
  • Por que uma máquina passa mais tempo parada do que outra?
  • Por que uma máquina entrega menos produtos, mesmo que nunca tenha quebrado?
  • Por que a empresa não consegue produzir mais?

Quais as Vantagens de Medir o OEE?

Quais as Vantagens de Medir o OEE?

diminuição do desperdício;
identificação de pontos de melhoria;
utilização do tempo de forma inteligente;
melhor aproveitamento dos equipamentos;
redução de falhas;
correção de erros;
entregas dentro do prazo;
aumento dos níveis de qualidade.

Por monitorar a operação e integrar diversos setores, o OEE traz alguns benefícios para a linha de produção:

  • diminuição do desperdício;
  • identificação de pontos de melhoria;
  • utilização do tempo de forma inteligente;
  • melhor aproveitamento dos equipamentos;
  • redução de falhas;
  • correção de erros;
  • entregas dentro do prazo;
  • aumento dos níveis de qualidade.

Como Potencializar os Resultados do OEE?

Além de conhecer o OEE, é fundamental que o gestor de uma fábrica saiba o que fazer para potencializar os seus resultados. Assim, terá uma organização cada vez mais produtiva e, consequentemente, trazendo melhores resultados.

O primeiro passo para potencializar o OEE é integrar o seu monitoramento com outras ferramentas. Isso vai permitir que todos os setores tenham acesso a todas as informações e trabalhem de maneira mais precisa.

Outra dica é contar com um sistema que indique o OEE de forma automática e envie um alerta quando ele não estiver de acordo com o esperado.

Além disso, algumas outras ações podem ser adotadas pela empresa, como o treinamento de funcionários e a integridade na hora de criar relatórios, que vai garantir que todas as informações registradas são verdadeiras e precisas.

Deixe um comentário

dezessete − 11 =