Entenda O Que É Planejamento Estratégico, Para Que Serve, Por Que e Como Fazer no Seu Negócio? [GUIA 2022]

O planejamento estratégico é fundamental para poder desenvolver uma visão de médio e longo prazo dos objetivos que você deseja alcançar na sua empresa. 

Apesar de parecer uma tarefa pouco prática, planejar é o que torna possível às empresas organizarem seus processos e terem resultados mais precisos. 

Mas, você sabe o que ele é e qual a importância do planejamento estratégico para os negócios? 

Confira, neste artigo, tudo o que você precisa saber para desenvolver o planejamento estratégico da sua empresa de maneira acertada!

Boa leitura!

Um livro e tablet em pé com os escritos ao lado: Ebook Planejamento de vendas: saiba como alcançar a previsibilidade de vendas Baixar gratuitamente

O que é Planejamento Estratégico

Planejamento estratégico é uma ferramenta de gestão responsável por mapear o caminho para atingir os objetivos de uma empresa. Ele funciona como uma espécie de roteiro, que determina onde seu negócio está, aonde quer chegar e as ações necessárias para ter sucesso na jornada.

Imagem de Peter Drucker com a frase ao lado: um processo contínuo e sistemático de tomada de decisão empresarial com base em profundo conhecimento do futuro do negócio. Incluindo os esforços necessários para aplicar essas decisões, medir resultados e prover feedback.

Peter Drucker, pai da administração moderna, conceituou o planejamento estratégico como sendo “um processo contínuo e sistemático de tomada de decisão empresarial com base em profundo conhecimento do futuro do negócio. Incluindo os esforços necessários para aplicar essas decisões, medir resultados e prover feedback.” 

Isso significa que planejar é essencial para que o seu negócio alcance o sucesso. Afinal, com um bom plano, você define metas, traça estratégias, antecipa necessidades e monitora seu progresso.

Mulher ao meio da imagem com a palavra planejamento a esquerda e tópicos a direita: definir metas; traçar estratégias; antecipar necessidades; monitorar os progressos.

Para Que Serve Um Planejamento Estratégico?

O planejamento estratégico é um documento essencial para as empresas e deve existir desde a sua fase mais inicial, quando o plano de negócio começa a ser desenvolvido e ganhar forma. 

Depois que a ideia de negócio sai do papel, a necessidade desse planejamento não desaparece. Pelo contrário, ela se torna mais vital para a manutenção da empresa e o seu crescimento.

Título da imagem: Principais objetivos do planejamento estratégico. Abaixo a esquerda, um alvo com quatro flechas cravadas no centro com os escritos a direita: Conhecer a empresa; entender onde a empresa está e onde quer chegar; saber como chegar aonde se quer.

Com um plano bem elaborado, você pode atingir objetivos como:

  • Lançar novos produtos e serviços;
  • Melhorar o posicionamento da sua marca no mercado;
  • Expandir o negócio para novos locais;
  • Ampliar e diversificar os canais de venda;
  • Aproveitar as oportunidades e se defender das ameaças do mercado;
  • Aumentar as vendas e os lucros;
  • Otimizar a gestão financeira;
  • Estabelecer vantagem competitiva em relação aos concorrentes;
  • Atrair e fidelizar clientes;
  • Melhorar imagem e reputação da empresa na mídia.

De forma geral, podemos dizer que todo objetivo pode ser alcançado mais facilmente por meio de um planejamento estratégico. Porém, ele precisa ser realista e levar em consideração a realidade da empresa e do mercado em que está inserida.

Conhecer a Empresa

Um dos principais objetivos do planejamento estratégico é ajudar os gestores a conhecerem melhor a identidade da empresa. Muitos empreendedores começam o negócio sem uma definição clara sobre o que é a empresa e quais são os seus objetivos para o futuro, e isso pode trazer problemas de gestão.

Afinal, quando não se sabe aonde se quer chegar, fica muito mais difícil escolher o melhor caminho.

É por isso que identificar as virtudes e os defeitos do negócio é fundamental para a construção de um bom planejamento estratégico. Assim, ao fazer investimentos, desenvolver produtos, lançar serviços e assumir novos riscos, é possível tomar decisões considerando os pontos nos quais o negócio tem mais potencial e afinidade.

Entender Onde a Empresa Está e Onde Quer Chegar

Além de ajudar a conhecer melhor a empresa e seus valores, o planejamento estratégico também serve para a definição de objetivos e metas a serem cumpridas para que eles sejam atingidos.

É importante que os objetivos sejam as primeiras coisas a serem definidas no planejamento estratégico, já que vão influenciar quase todas as outras decisões. Alguns podem demandar mais investimentos; outros, mais esforços.

Somente entendendo quais são esses objetivos e quando a empresa gostaria de atingi-los é possível criar um plano eficaz, com medidas a curto, médio e longo prazo.

Saber Como Chegar Aonde Se Quer

O planejamento estratégico também funciona como um mapa a ser seguido pelo time, indicando tudo o que precisa ser executado para que os objetivos definidos sejam atingidos. 

Quando esse caminho é bem planejado, os objetivos são cumpridos com mais tranquilidade e menos retrabalho.

Por Que Seu Negócio Precisa de Um Planejamento Estratégico?

Sabemos que, sem um planejamento, se torna muito mais difícil alcançar os objetivos. Sem uma organização prévia, sua empresa pode não saber onde quer chegar e, muito menos, como chegar. 

Isso normalmente acontece quando a organização não tem um entendimento claro da sua cultura e dos seus diferenciais. 

Mesmo que você tenha definido a missão, visão e valores do seu negócio, é muito comum que eles se percam com o passar dos anos. Dessa forma, poder visualizar todo o potencial da sua empresa e enxergar além do óbvio para sair na frente é uma tarefa bastante trabalhosa. 

E, nesse sentido, o planejamento estratégico pode ajudar muito.

Por isso, enxergue o planejamento estratégico muito além do papel. Apesar de ser um documento, é ele que vai fazer com que a empresa caminhe para o crescimento sem perder a sua identidade ao longo do trajeto.

10 Vantagens do Planejamento Estratégico Para os Negócios

Como você já pode perceber até aqui, o planejamento estratégico possui diversas vantagens para as empresas, independente do momento em que elas se encontram:

Imagem gráfica com o título: 10 vantagens do planejamento estratégico.

1. Organização;
2. Assertividade;
3. Decisão Racional;
4. Priorização;
5. Estratégia;
6. Comprometimento;
7. Prevenção de Problemas;
8. Produtividade;
9. Economia;
10. Otimização de Tempo.

1. Organização

Quando você organiza, passa a ter uma visão mais clara dos seus objetivos. Com o planejamento estratégico, eles se tornam mais definidos e saem da teoria.

2. Assertividade

Com o planejamento definido, torna-se mais ágil a tomada de decisões, visto que se tem uma ideia melhor de onde a empresa está e onde quer chegar.

3. Decisão Racional

Permite que as decisões sejam tomadas de forma mais racional, com base em dados mensurados. Assim, o acesso às metas que estão sendo atingidas e das que não estão é mais fácil e é possível criar estratégias para cumpri-las.

4. Priorização

Priorizar as tarefas é essencial. Para isso é importante ter um cronograma das principais ações a serem tomadas, e assim não perder tempo com algo que pode ser resolvido em outro momento.

5. Estratégia

Possibilita ao gestor investir naquilo que é mais estratégico. Sem um planejamento é impossível compreender a importância de cada estratégia para atingir os objetivos desejados. 

6. Comprometimento

Quando há um planejamento estratégico, todo o time fica mais engajado, principalmente quando sente que participou do processo de decisão.

Além disso, quando as pessoas conhecem suas atribuições e responsabilidades, é natural que se sintam valorizadas pela empresa e, assim, se comprometam mais com a entrega de bons resultados.

7. Prevenção de Problemas

O planejamento estratégico também ajuda a prever problemas futuros. Conhecendo as possibilidades de obstáculos e riscos que o negócio corre, é possível traçar planos tanto para evitar como para mitigar crises.

8. Produtividade

Como cada pessoa do time sabe exatamente o que precisa ser feito para que a empresa atinja os seus objetivos, o trabalho passa a ser mais produtivo.

Isso acontece porque cada talento passa a trabalhar com foco naquilo que é realmente importante para o negócio, diminuindo distrações e desvios no caminho.

9. Economia

Ter um time mais engajado e produtivo naturalmente traz economia para o negócio, já que as entregas podem ser feitas mais rapidamente e com maior qualidade.

Além disso, quando todos têm definições muito claras de quais são as suas principais responsabilidades, compreendem melhor o que precisa ser feito isso evita erros de procedimentos.

10. Otimização de Tempo

Por fim, não podemos deixar de citar o ganho de tempo que o planejamento estratégico proporciona. 

Isso acontece porque quando cada um sabe exatamente o que precisa ser feito, diminui o desperdício de tempo com atividades menos importantes ou não essenciais, melhorando ainda o rendimento dos processos.

Passo a Passo Para Criar Um Planejamento Estratégico

Fazer um planejamento estratégico empresarial eficaz exige que algumas etapas sejam cumpridas. Por isso, trouxemos o passo a passo do planejamento estratégico. 

Confira!

Passo 1: Diagnóstico

O primeiro passo para um planejamento estratégico, é conhecer a sua empresa e o mercado em que você está inserido. 

Para isso, o uso de uma ferramenta como a análise SWOT, do inglês Strengths (Força), Weaknesses (Fraquezas), Opportunities (Oportunidades) e Threats (Ameaças), é indispensável. 

A nossa dica é: reúna sua equipe e liste todas as forças e fraquezas internas da sua empresa. Após essa análise interna, faça o mesmo com o ambiente externo. Ou seja, identifique as oportunidades e ameaças que impactam a organização, tais como a sazonalidade de vendas ou a situação econômica do país. 

Esse diagnóstico é fundamental para entender o contexto em que seu negócio está inserido e verificar quais ações são mais adequadas para alcançar suas metas e objetivos.

Passo 2: Identidade Organizacional

Todo negócio é único e ele precisa de uma cultura organizacional que reflita seus valores e que sejam reconhecidos tanto pelos clientes como pelos colaboradores. 

A filosofia da sua empresa é tão importante que ela é quem vai nortear grande parte das suas decisões e das suas diretrizes estratégicas. 

A missão é a razão pela qual seu negócio existe, enquanto a visão é o que você deseja se tornar ou chegar. Por fim, os valores representam os princípios que guiam a cultura da empresa e dos colaboradores. 

Logo, a identidade organizacional funciona como um guia para contratar novas pessoas, fechar contratos com fornecedores e lançar produtos e serviços no mercado. Por isso, é fundamental reforçá-la a todo momento e garantir com que ela permeie por todo o negócio.

Para quem já tem essa parte do planejamento estratégico pronta, vale a pena entender quando ela foi desenvolvida para ver a necessidade de fazer uma revisão. Uma empresa pode mudar muito ao longo dos anos e pode acontecer que a missão, visão e valores sejam modificados ao longo do tempo por não se adequarem mais à imagem transmitida.

Passo 3: Metas e Indicadores

A terceira etapa é um pouco mais prática, pois é o momento de colocar no papel aonde a empresa pretende chegar e se há dados que indicam que a jornada será bem sucedida. As metas precisam envolver todo o time, por isso, criar uma meta geral e depois transformá-la em metas de vendas, marketing, recursos humanos e outras, é essencial. 

Lembre-se: para que todos se envolvam, cada setor precisa ter suas próprias metas!

Um homem apontando para os escritos: Lembre-se: para que todos se envolvam, cada setor precisa ter suas metas!

Os objetivos precisam ser desafiadores, porém realistas. Por isso é tão importante conhecer seu mercado, para que não sejam utilizados números impossíveis de serem alcançados. 

Já em relação aos indicadores, são eles que permitirão acompanhar suas metas. Por exemplo: se uma das metas é conquistar um faturamento pré-definido, o próprio faturamento mensal será um dos indicadores a ser acompanhado ao longo dos meses. 

Por fim, faça com que todos os colaboradores tenham ciência de todas essas metas e indicadores. Dessa forma, cada um saberá a sua importância e o seu papel para que a empresa chegue no lugar desejado.

Passo 4: Plano de Ação

Agora que você já sabe onde e como chegar, chegou o momento da ação propriamente dita! O plano de ação é o responsável por viabilizar a conquista das metas e objetivos definidos na etapa anterior. 

Para isso, é necessário contar com um cronograma e ter estabelecido os responsáveis por cada uma das tarefas. Isso quer dizer que você precisa definir as tarefas e delegar quem serão os responsáveis por executar cada uma. 

Logo, ter todas estas informações documentadas pode ser o grande diferencial entre uma estratégia bem-sucedida e uma problemática. 

Como nem tudo pode ser prioridade, é fundamental elencar as ações para que elas aconteçam por ordem de importância. Com isso, o que for mais simples ou urgente deve ser realizado primeiro. 

Se tiver dificuldade, pense em quais ações realmente farão a diferença para conquistar os objetivos e dê preferência a elas.

Passo 5: Acompanhamento e Análise

Por fim, a última etapa do seu planejamento estratégico diz respeito às formas e a periodicidade que você vai acompanhar os resultados. Muitas empresas optam por realizar estes encontros semanalmente, porém, você precisa levar em consideração a realidade da sua organização. 

Além de apresentar os resultados alcançados, nesses encontros serão discutidos também os próximos passos. É importante reunir os gestores sempre que possível para que os resultados sejam avaliados. 

Aqui, também deve-se revisar e redefinir a análise SWOT, as metas e o plano de ação. Afinal, o mercado não é estático e é preciso se adequar a todo momento.

Quem é Responsável Pelo Planejamento Estratégico?

Normalmente, a Diretoria da empresa fica responsável pela criação do planejamento estratégico. Afinal, o plano precisa ser definido por pessoas com alto poder de decisão na empresa, justamente pelo seu caráter estratégico, como o próprio nome indica.

No entanto, com o crescimento dos modelos de gestão participativo, é cada vez mais comum incluir lideranças de cada uma das áreas da empresa na definição do planejamento estratégico.

Quando isso acontece, além da Diretoria poder contar com o conhecimento de quem vive a rotina da empresa e tem contato com os demais funcionários, os colaboradores se sentem valorizados pela organização — e, como você já sabe, isso pode se transformar em motivação e produtividade.

Obstáculos Mais Comuns Para a Criação do Planejamento Estratégico

4 pessoas em uma sala assistindo a apresentação de uma mulher exibindo números e análises em um quadro branco.

Muitos gestores ainda apresentam uma certa resistência à questão do planejamento, questionando se é viável investir no seu desenvolvimento. É normal que alguns obstáculos e dúvidas surjam no processo, por isso trouxemos os mais comuns para que você possa contorná-los com eficácia.

Falta de Conhecimento

Muitos empresários até sabem dos benefícios que a adoção de um planejamento estratégico traz. Porém, por desconhecerem seus elementos principais, acreditam que uma gestão estratégica não se aplica à sua realidade. 

Normalmente pensam que se trata de algo exclusivo para grandes corporações, ignorando que a grande maioria delas já foram organizações pequenas. Elas só chegaram onde estão porque souberam executar uma gestão baseada no planejamento estratégico e no controle dos processos e resultados.

Falta do Hábito de Planejar

Apesar da maioria das pessoas saberem que planejar antes de executar é uma prática que reduz riscos e desperdícios, aumentando as chances de sucesso, ainda há empresários que abrem mão do planejamento. 

Planejar, em grande parte dos casos, não significa um detalhamento minucioso de tudo que vai ser feito, mas sim definir minimamente o que, quem, quando e como fará, pensando também no porquê e no custo que terá.

Uma mão segurando uma folha escrito: Dicas para começar um planejamento estratégico: definir minimamente o que, quem, quando e como fará, pensando também no porquê e no custo que terá.

Se você começar a sistematizar o que será feito antes de começar, acabará criando o hábito saudável do planejamento.

Falta de Tempo

Muitos gestores alegam que não possuem tempo para este tipo de planejamento. Entretanto, o propósito desta ferramenta é reduzir o desperdício de tempo. 

Quando você sistematiza suas ações e planeja a sua execução, normalmente ela precisa ser realizada uma única vez. Dessa forma, erros e retrabalhos são evitados. 

O tempo utilizado para planejar sempre será inferior ao que seria desperdiçado quando se faz algo sem planejamento — além de também evitar fazer alguma tarefa repetidamente!

Foco Exclusivo na Sobrevivência

Com o mercado muito competitivo e a situação sendo agravada pela economia globalizada, é comum que o empreendedor se preocupe exclusivamente com a sobrevivência. Gestores sem conhecimentos do planejamento estratégico acabam deixando de lado a visão estratégica e de longo prazo, tão importante para o seu desenvolvimento.

Resistência à Mudança

É difícil encontrar uma pessoa que não tenha medo do novo e acaba por resistir às mudanças. Porém, elas são as grandes responsáveis por impulsionar os negócios.

Logo, você precisa estar preparado para enfrentá-las e a melhor forma de preparo é por meio de um planejamento estratégico.

5 Erros No Planejamento Estratégico Empresarial

Muitas organizações cometem alguns erros no momento de criar seu planejamento estratégico e, com isso, ele não se torna tão eficaz. Mas para que isso não aconteça com você e sua empresa, trouxemos os erros mais comuns para você evitar. 

Confira!

Uma mulher com cara de espanto no canto inferior direito.

Titulo acima da imagem: 5 erros no planejamento estratégico empresarial

1. Definição dos Objetivos Incorreta;
2. Falhas na Comunicação;
3. Erro de Cálculos;
4. Falta de Prioridades;
5. Falta de Acompanhamento.

1. Definição dos Objetivos Incorreta

Como já falamos, a primeira etapa do planejamento estratégico é o entendimento da realidade do negócio seguida da definição dos objetivos. 

De nada adianta começar pelos objetivos estratégicos sem conhecer o panorama da empresa e do contexto socioeconômico. Todos esses pontos precisam estar bem alinhados.

2. Falhas na Comunicação

Se a equipe responsável pelo planejamento não estiver trabalhando de maneira sincronizada, seus resultados podem não ser os melhores. Um exemplo é o momento da realização da SWOT, que necessita de um envolvimento de todos e uma boa comunicação. 

Caso isso não aconteça, o planejamento fica prejudicado e pode acabar sendo feito com informações equivocadas.

3. Erro de Cálculos

Para que os projetos propostos sejam implantados com eficácia, é preciso ter um cuidado especial com os custos envolvidos, que devem estar dentro do orçamento. Caso contrário, ter um plano de ação que não encaixa na sua receita poderá atrapalhar seu calendário e ainda será bastante frustrante para os envolvidos.

Lembrete: quando falamos em recursos, eles não são apenas financeiros, mas também humanos e estruturais.

4. Falta de Prioridades

Para que o seu planejamento alcance o sucesso, é fundamental definir quais objetivos e metas são prioritárias e, assim, desenvolver um calendário de ações. Além disso, você também pode eliminar os que não são tão importantes para o momento. 

Essa seleção pode ser mais eficiente e gerar mais resultados do que uma grande lista de planos. O foco deve ser no que é mais importante para não desperdiçar recursos da empresa.

5. Falta de Acompanhamento

O planejamento estratégico não pode ser um documento a ser guardado na gaveta. Ao ser finalizado, ele pede por ações para colocá-lo em prática! 

É isso que vai determinar o sucesso ou o fracasso de todos os esforços da equipe. Depois, o acompanhamento das metas precisa ser feito a fim de saber se aquilo que foi planejado e analisado com base em tantas informações e tantos estudos prévios.

Como um sistema de gestão auxilia no seu planejamento estratégico

Homem utilizando um notebook.

O uso de um sistema de gestão completo pode ser decisivo, tanto no desenvolvimento como no sucesso do seu planejamento estratégico. É por meio dele que você tem um acesso rápido e fácil aos indicadores do seu negócio, os quais servem de base para um entendimento da situação da empresa, desenvolvimento de insights e acompanhamento do plano.

Dúvidas Frequentes (Guia Rápido)

Agora que você já sabe o que é planejamento estratégico e conhece suas vantagens, desafios e principais erros cometidos em sua definição, é hora de tirar algumas dúvidas que possa ter sobre o tema.

A seguir separamos as mais comuns!

O Planejamento Estratégico Deve Ser Usado Apenas Por Grandes Empresas?

Não! O planejamento estratégico é uma ferramenta que pode ajudar todo tipo de empresa, independentemente do seu tamanho ou maturidade. 

Inclusive, o primeiro planejamento deve ser construído ainda antes da empresa abrir as portas, como método de estudo sobre o mercado e concorrentes — essa é uma excelente forma de preparar os sócios para enfrentar a concorrência, conquistar o público e se preparar para situações de risco.

Além disso, o planejamento bem feito é fundamental para o crescimento da empresa. Com certeza grandes players do mercado só chegaram onde estão porque souberam planejar e colocar em prática as ações determinadas pelo plano.

Portanto, mesmo que o seu negócio seja pequeno ou iniciante, não deixe de usufruir de todos os benefícios que o planejamento estratégico pode trazer para a empresa!

Onde Se Aplica o Planejamento Estratégico?

O planejamento estratégico se aplica a todas as áreas da empresa. Durante a elaboração do documento, você deve contemplar todos os setores que fazem parte do negócio. Alguns exemplos são a área de operações, produtos, marketing, segurança, recursos humanos, etc.

Todo setor dentro da empresa deve ter os seus objetivos bem definidos, assim como metas e planos de ação — com prazos e pessoas responsáveis por cada, um como você já descobriu aqui neste artigo!

Um livro e tablet em pé com os escritos ao lado: Ebook Planejamento de vendas: saiba como alcançar a previsibilidade de vendas Baixar gratuitamente

Conclusão

Com nosso software de gestão, você acessa relatórios-chave de todos os setores e com dados atualizados em tempo real. Dessa forma, seu planejamento financeiro, por exemplo, se torna muito mais preciso e eficaz.

Espero que este artigo tenha te ajudado a entender melhor a importância do planejamento estratégico e como montar o seu. Como você viu, o uso de um ERP contribui muito para tornar seu planejamento mais robusto e completo, por isso te convido a descobrir tudo sobre o ERP e como ele auxilia as empresas a crescerem!

Deixe um comentário

um × 4 =